Não consegue ver correctamente? Abra no Browser.

Newsletter N.º 178


Dia 18

Alexandre Pais - Jornalista no Record; «(...) Infelizmente para ele, Jesus não pode ter a filosofia de Leonardo Jardim, que lapida os diamantes da academia com tranquilidade e porque o nível a que o Sporting tinha descido lhe dá agora tempo para construir uma equipa. No Benfica não é assim, os investimentos obrigam a retorno urgente, a pressão sobre o técnico é tremenda e o “Manel” que ele tem de arranjar já, para o lugar de Matic, deve corresponder de imediato porque LF Vieira e os adeptos não dão margem de erro ao treinador. Jesus não terá oportunidade de “nascer dez vezes”. Se calhar, nem só mais uma.»

Fernando Guerra - Sub-Director de A Bola; «Confesso a minha ignorância, e penitencio-me por ela, mas nunca tinha ouvido falar de Filipe Nascimento. Informei-me e fiquei a saber tratar-se de um júnior do segundo ano, com o posto de subcapitão do Benfica. É bom praticante? Sim, como muitos outros que prometem e não cumprem. Não quer dizer que seja o caso, mas de jogadores que passaram ao lado de bonitas carreiras estamos cansados. Este jovem recebeu mal as palavras de Jorge Jesus sobre a substituição de Matic no plantel. Falou bem o treinador principal, reagiu mal o júnior, o qual, além de ainda nada ter provado, cometeu o pecado de recorrer ao moderno circuito da má língua para publicitar a sua insatisfação, de pronto apoiado por Bernardo Silva. (...)»

Octávio Ribeiro - Director do ‘C.M.’ no Record; «O Benfica está à frente do campeonato, mas o afastamento da Liga dos Campeões e o consequente aperto financeiro ditam saídas que irão agitar a equipa.A propósito da primeira perda de vulto, Matic, Jorge Jesus voltou a tropeçar em declarações desastradas.Não é um maior ou menor domínio da língua portuguesa que aqui me traz. Preocupante é o que fica subjacente no olhar de Jorge Jesus para o futebol, quando fala em peças para aqui, peças para ali, como se os jogadores fossem peões, bispos ou cavalos, num jogo que só Jesus domina e sobre o qual plana imperial.(…)»

Dia 19

Carlos Vara - Jornalista de A Bola; «A crítica aos árbitros é sempre uma forma muito simples de limpar a face, um escape ou ma manifestação de carência quando algo não funciona bem. A equipa joga mal e ganha menos vezes do que devia? Problema do árbitro. O treinador aposta de forma desastrada nas substituições e não consegue cativar os jogadores? A culpa não é tanto dele, vendo bem há outro responsável. (...)»

Fernando Seara - Adepto benfiquista em A Bola; «(...) 4. Matic partiu. Para o Chelsea de José Mourinho. Vinte e cinco milhões de euros e a pronto. Foi um oportuno ato de gestão de Luís Filipe Vieira. Dados que importa reconhecer. Todos assumimos que o valor das cláusulas que automaticamente 'libertam' é, na generalidade dos casos, bem excessivo. (...)»

Ricardo Costa - Professor de Direito da Universidade de Coimbra no Record ; «(...) Se o dirigente punido continua a poder representar a sociedade desportiva no âmbito da competição, a emitir declarações públicas em seu nome e a actuar no exercício da esmagadora maioria das funções regulamentares, que força tem o risco de castigo disciplinar? Nenhum! Para completar, o montante das multas compensam o "crime" e a lei ainda não foi ao ponto (como deveria) de alargar o castigo ao regime das incompatibilidades, inibições e suspensões dos administradores e gerentes dos clubes-sociedades. Assim sendo, siga o regabofe. A que o dr. Gomes deu vida em 2010. E os seus se incumbem de alimentar, com denodo e folia: para quê o incómodo?...»

Dia 20

Alberto do Rosário - Gestor, no Record; «Cá no sítio, nada de novo. Uma semana e uma jornada sem surpresas, dias de paz. Sem nada de estimulante, o presidente do FC Porto veio à liça para arriar no árbitro do último clássico e Bruno de Carvalho puxou pela cartilha número 5, a do humor. Pinto da Costa a fazer abordagens críticas sobre tal tema nem parece coisa real e puxa ao divertido. (...)»

José Manuel Delgado - Sub-Director de A Bola; «(...) Curiosamente, esta posição de força de Pinto da Costa surge poucos dias depois de ter terminado a travessia do deserto de Duarte Gomes no que respeita a dirigir partidas dos dragões (esteve dois anos sem arbitrar os azuis e brancos, na sequência de um Gil Vicente-FC Porto em que desagradou aos portistas)... Assim, o que vai fazer Vítor Pereira, para além de declarações de circunstância? Vai meter Soares Dias numa jarra azul e branca? Ou ousará «desobedecer» à vontade do presidente do FC Porto? Afinal quem manda, não é? »

Santos Neves - Jornalista de A Bola ; «(...) Ontem, na Luz e no Dragão, os grandes senhores confirmaram-se em fase de pragmatismo superar brilho (à parte de golaços de Varela e Carlos Eduardo). Aliás, no Benfica, essa tem sido a nova tónica: adeus à elevada nota artística que falhou títulos, trocando-a por segurança de estratégia e de tática (ainda mais importante agora, sem Matic...) que visa superior eficácia. (...)»

Dia 21

Manuel Martins de Sá - Jornalista de A Bola; «1. Quando o presidente da Comissão de Árbitros declara que a actuação de Artur Soares Dias na Luz foi «infeliz», está a dar razão às queixas e acusações de Pinto da Costa. Estranha-se é que Pedro Proença, num arroubo de presunção corporativa intolerável e avaliando os outros por si, viesse à liça para proclamar que o futebol português «não merece» os árbitros que tem. (...) »

Norberto Santos - Redator Principal do Record; «(...) Tudo o que se possa dizer e especular faz parte de um outro tipo de jogo. Jesus tem a linguagem de quem fala de coração aberto e entusiasma-se na vivência do próprio jogo. Mas, em compensação, tem uma riqueza de argumentos que está bem à vista e um poder muito próprio - toda a gente conhece a sua identidade. »

Pedro Adão e Silva - Professor Universitário no Record; «(...) Mas a saída de Matic é também um bom pretexto para o Benfica, mantendo os princípios, aproveitar para ter um sistema alternativo, com três médios. Matic era de tal forma versátil, que jogava por dois (um pouco como acontecia com Ramires). Sem o sérvio, estão criadas as condições para afirmação no onze de jogadores de características diferentes. Com dois médios, dificilmente Djuricic, André Gomes e Bernardo Silva poderiam jogar. Agora, a história pode bem ser outra.»

Dia 22

Jorge Barbosa - Editor do Record; «(...) Já todos percebemos que Pinto da Costa não se quer ver livre de Fernando e que tem vindo a fazer tudo o que está ao seu alcance para que ele fique, pois sabe que a sua partida será um duro golpe nas ambições do clube. Fernando é um daqueles jogadores determinantes na conquista de títulos, efetivo ao mais alto nível, com uma personalidade que se revela em cada jogo, para lá de dispor de uma característica só ao alcance dos bons números 6: exerce sempre pressão sobre a bola e não sobre o jogador. (...) »

José António Saraiva - Director do 'Sol' no Record; «(...) 7 - Alguns jovens a que Jesus não deu muitas oportunidades, como Miguel Rosa, Roderick ou mesmo Nélson Oliveira, não se têm afirmado categoricamente em clubes de menor dimensão. Como poderiam jogar no Benfica? Portanto, caros leitores, para falar em jogadores da formação é preciso pensar em muita coisa. Não basta lançar umas "bocas" na TV. »

Santos Neves - Jornalista de A Bola; «(...) Da ainda recente presidência do Sporting partiu agora projeto incentivador de modernidade e eficácia na global casa do futebol português. Foi ontem apresentado à maioria dos clubes e, pelo menos como ponto de partida, parece ter congregado uma vasto consenso de interesse. Alguns ausentes justificaram-se e elogiaram a iniciativa. Não foi o caso de FC Porto, SC Braga, P. Ferreira, Académica... Lá está...: confronto de tração à corda à vista? »

Dia 23

António Varela - Sub-Director do Record; «(...) Mas a urgência do Sporting não se limita à gestão capaz de acalmar as "troikas". Bruno de Carvalho começa a cavar terreno em várias frentes e a reunião de terça-feira em Alvalade, com 15 clubes - incluindo o Benfica -, revela a valiosa capacidade de construir agenda, de suscitar a curiosidade de se fazer ouvido, pondo termo à já clássica convicção de que o clube só fazia número numa multidão liderada, à vez por FC Porto e Benfica. (...)»

Bagão Félix - Adepto benfiquista em A Bola; «Foi miserável a «homenagem» a Eusébio na gala da FIFA. Trinta escassos segundos delineados à pressa e sem vontade por Blatter/Platini. Um somítico momento que revela a falta de carácter de quem assim age ou lidera. Tivesse sido um jogador francês (e não só) e tudo o resto passaria para segundo plano. Revoltante! (...) »

Santos Neves - Jornalista de A Bola; «(...) Contar com o regresso de Salvio, o grande ausente desde agosto? Quando? Março-Abril? E em que condições após grave lesão? Pois é, a saída de Rodrigo agora... Excelente para as finanças da SAD. Muito má para a equipa: perda do goleador em melhor forma e, sem Cardozo e Salvio, necessidade de mudar muito em soluções periclitantes. »

Dia 24

Daniel Oliveira - Analista Político no Record; «Não sei como foi possível que Elias conseguisse um ordenado de 160 mil euros por mês. São 1,9 milhões por ano. Pagou-se por ele quase 9 milhões, na maior contratação de sempre do clube e com uma cláusula de rescisão de 40 milhões de euros, o que também foi valor recorde. (...) »

Sílvio Cervan - V.P. Suplente do Benfica em A Bola; «(...) Ver o nosso capitão António Veloso naquelas circunstâncias foi, para mim, doloroso. Era dos meus jogadores preferidos na juventude. Pela entrega e pelo respeito com que tratou a nossa braçadeira merece aqui o meu abraço. Festejei muitos títulos que António Veloso nos ajudou a conquistar, e festejarei muito em breve quando ele ultrapassar esta fase, como sempre, à campeão. »

Pedro Ferreira - Cronista de 'O Benfica'; «(...) E é assim que a "estrutura perfeita" garantia há uns meses que só os estúpidos é que falavam de arbitragem e que agora, falando de arbitragens, não só deixaram de ser estúpidos como encomendam os foguetes para jornada final. Faltou-lhes apenas dizer que a culpa da derrota na Luz se deveu ao facto de terem jogado à tarde, quando a tradição os habituara a jogar no calor da noite. (...) »

SIGA-NOS NO TWITTER AMIGO ON FACEBOOK REENCAMINHE PARA UM AMIGO
Copyright © *|CURRENT_YEAR|* *|LIST:COMPANY|*, All rights reserved.
*|IFNOT:ARCHIVE_PAGE|* *|LIST:DESCRIPTION|*
Remover | Preferências 
*|IF:REWARDS|* *|HTML:REWARDS|* *|END:IF|*