Não consegue ver correctamente? Abra no Browser.

Newsletter N.º 190

A 27.ª jornada consumou-se com as vitórias dos três da frente. Havendo por isso menos uma jornada para disputar, as posições do Benfica rumo ao título e do Sporting em relação ao 2.º lugar ficaram mais próximas, tudo fazendo prever que é já no próximo fim de semana que a alegria explodirá na Luz.

A equipa de Juniores do Benfica teve uma caminhada soberba até atingir a final da Youth League onde baqueou perante o poderoso Barcelona. Como equipa os jovens encarnados não foram inferiores e dispuseram mesmo de várias oportunidades para marcar, mas os valores individuais dos catalães ajudaram a desequilibrar.

A 2.ª mão das meias-finais da Taça de Portugal acabou por carimbar o passaporte do Benfica e do Rio Ave para o Jamor.
Na Luz num jogo épico o Benfica conseguiu apurar-se jogando com 10 desde os 27 minutos da 1.ª parte, sofreu o empate, conseguindo marcar mais dois sendo o último, por André Gomes, de se lhe tirar o chapéu.
En Vila do Conde o Rio Ave deu continuidade à má época do SC Braga. Um feito nunca conseguido a juntar ao seu apuramento para a final da Taça da Liga.

A partir de amanhã tudo leva a crer que importantes decisões acontecerão: Espera-se que o Benfica se torne no novo campeão e conquiste o seu 33.º título. Se vai acontecer no Sábado ou no Domingo é o que restará saber, muito embora no Domingo fosse mais apropriado...
Por seu turno o Sporting se vencer conquistará definitivamente o 2.º lugar e o acesso directo à Champions. Fim de semana de emoções.


Dia 12

Bernardo Ribeiro - Sub-Chefe de Redacção do Record; «Após anos e anos de relativo desprezo pela formação, bandeira sempre defendida pelo rival da Segunda Circular, o Benfica é hoje um clube com uma imagem respeitada também nos escalões jovens e com resultados à vista. O paradigma seguido na Luz é algo diferente do que era defendido pelos leões, e mais tarde se verá se é esse o melhor caminho: no Seixal a ideia é juntar à formação a conquista de títulos. (...) »

Fernando Guerra - Sub-Director de A Bola; «(...) A Juve lidera o campeonato italiano, é poderosa e ambiciona conquistar a Liga Europa, cuja final se realiza na sua cidade, Turim. O Benfica lidera o campeonato português, é poderoso e, prioridades à parte, todos os adeptos acreditam que ambiciona, igualmente trazer o troféu para Lisboa. Este plantel da águia pode não ser o melhor dos últimos 30 anos, como sugeriu Luís Filipe Vieira, mas é suficientemente bom para tirar o sono a António Conte... »

Miguel Belo - Jornalista do Record; «(...) Quem está a deixar marca na UEFA esta época é a equipa de Sub-19. Para já está na final da Youth League e terá agora pelo caminho o Barcelona. Mais uma prova de que a formação dos encarnados está a trabalhar bem, aliás, muito bem. Exemplo também disso é o sucesso nas várias equipas jovens. Juvenis e Juniores lideram os respetivos campeonatos e os iniciados partem também com boas hipóteses de se sagrar campeões. (...) »

Dia 13

Fernando Seara - Adepto Benfiquista em A Bola; «(...) 2. O êxito da equipa jovem do Benfica que chegou, com indiscutível mérito à final da sua Liga dos Campeões, merece uma referência bem especial. E, aqui, e hoje, uma primeira referência. A equipa liderada por João Tralhão fez um percurso notável. E que tem merecido rasgados elogios. Internos e, especialmente, externos. (...) »

João Querido Manha - Director do Record; «Existe uma animosidade crescente entre o selecionador nacional e as hostes do Sporting por causa de algumas opções de Paulo Bento. Recentemente, a resistência em chamar Adrien, sobretudo, mas também, Cédric e André Martins, chega a desencadear alguma hostilidade à Seleção, a qual poderia agravar-se no caso de William Carvalho acabar por também por ser preterido ou "prejudicado" por uma eventual escolha do luso-brasileiro Fernando, do FC Porto. (...) »

Vítor Serpa - Director de A Bola; «(...) Pé ante pé, quase sem se dar por ele, o Sporting foi ganhando jogos e pontos, até que ainda longe do final da época garantiu o regresso a uma competição europeia. Não houve foguetes de qualquer espécie. Apenas a ideia de que era bom alcançar um lugar europeu, o que provava que estava conseguida a tal meta de fazer melhor do que no ano passado. (...) »

Dia 14

Bernardo Ribeiro - Sub-Chefe de Redacção do Record; «(...) PS - Não havia necessidade de se jogar em Aveiro. Permitiu-se o falsear da verdade desportiva e descredibilizou-se a prova. E o Benfica não precisava, tal a vantagem. Muito português.»

José Manuel Delgado - Sub-Director de A Bola; «O Benfica deverá sagrar-se, no próximo domingo, campeão nacional de futebol pela 33.ª vez. Ao mesmo tempo, está em três meias-finais, da Liga Europa, da Taça de Portugal e da Taça da Liga. Tratar-se-á do segundo título nacional da era-Jesus, um tempo marcado por um notável progresso no contexto europeu, que vale ao conjunto da Luz lugar reservado no pote número 1 da Liga dos Campeões. (...) »

Santos Neves - Jornalista de A Bola; «Apesar de o Sporting já ter anulado a possibilidade de haver ontem oficial campeão nacional, o estádio de Aveiro encheu-se porque a festa benfiquista ten vinda a ser feita semana após semana e com a crescente força de, agora, nem por via de 'terramoto' a magna questão do título poder tomar outro rumo. (...)»

Dia 15

André Monteiro - Jornalista do Record; «Águia. Substantivo feminino. É isto que vai encontrar em todos os dicionários de Português que consultar. Feminino, o símbolo do Benfica dá-se por "ela". E são elas que estão a tomar de assalto todo e qualquer recinto onde seja possível aplaudir uma camisola encarnada. O Benfica, tem desde final de fevereiro, um grupo de adeptos reconhecido pelo facto de só contemplar mulheres. (...) »

Manuel Martins de Sá - Jornalista de A Bola; «Apesar de lhe ter tocado o adversário mais incómodo nas meias-finais da Liga Europa, o Benfica acabou por ser feliz. Sendo - ao menos em teoria - a Juventus a equipa mais forte das 4 que restam em prova, torna-se assim mais fácil apurar-se para a final numa eliminatória a duas mãos, uma das quais terá por palco o enorme, caloroso e temível Estádio da Luz. (...) »

Norberto Santos - Redator Principal do Record; «A festa está preparada para o próximo domingo. Tudo indica que o Benfica vai festejar o título de campeão em casa frente ao Olhanense e não seria surpreendente se Luís Filipe Vieira dissesse aos sócios e simpatizantes que gostaria que Jorge Jesus continuasse de águia ao peito nos próximos anos. (...) »

Dia 16

Bagão Félix - Adepto benfiquista, em A Bola; «(...) Espero que, na Luz, estes atletas não percam a dimensão que está para além do futebol-jogo. Que cresçam pelo seu exemplo de jovens competentes no seu trabalho e, ao mesmo tempo, com maturidade, sentido humano e ético que lhes permita encarar os obstáculos e os embates do mundo. Este sentido mais completo e integral da carreira de um jogador é também a medida do sucesso da formação de um grande clube como é o Benfica. (...).»

José António Saraiva - Director do 'Sol' no Record; «(...) Em Portugal, infelizmente, há muitas histórias assim. As pessoas só são choradas quando saem dos lugares ou quando morrem. Se o Benfica perder hoje à noite, a reação dos adeptos será muito importante para conhecer o destino de Jesus no fim da época.»

Rui Dias - Redactor Principal do Record; «(...) A primeira sensação provocada por Siqueira foi de que a lateral-esquerda defensiva encarnada deixara de ser o grave problema que muitos alimentaram nos últimos anos. Mas o tempo encarregou-se de mostrar que o brasileiro já foi muito para lá disso: a solidez global que revela e o espírito de aventura que depurou, proporcionalmente à confiança que foi adquirindo, conferem-lhe estatuto só comparável a Fábio Coentrão. Ser competente representou menos uma dor de cabeça; ser talentoso tornou-se mais uma arma para a excecional temporada dos encarnados. »

Dia 17

João Querido Manha - Director do Record; «Jorge Jesus serviu-se ontem de declarações de Philipp Lahm, o capitão do Bayern, para certificar a sua teoria de que as finais são para jogar e não, exclusivamente, para ganhar. Só as grandes equipas, as que vencem muitos jogos ao longo da temporada, conseguem estar presentes em finais - é verdade. Mas a história do jogo só reconhece os vencedores absolutos, mesmo que alguns deles com méritos duvidosos. (...) »

José Manuel Delgado - Sub-Director de A Bola; «Dias frenéticos vive o Benfica. Apuramento para a meia-final da Liga Europa, 33.º título nacional à distância de uma vitória, no próximo domingo, frente ao Olhanense e apuramento épico para a final da Taça de Portugal, são marcos de uma temporada que não falhará o encontro com a história. (...) »

Leonor Pinhão - Jornalista, em A Bola; «A tristíssima felicidade dos nosso rivais pela derrota da equipa de juniores do Benfica na final da Youth League da UEFA fornece com todo o rigor a ideia de como a anunciada (não por mim) iminência de uma grande festa vermelha pelo país e ilhas adjacentes lhes complica brutalmente com os nervos. É nessa antecipação que se arrepelam. Compreendo-os. (...) »

Dia 18

Daniel Oliveira - Analista Político no Record; «Há muitos anos que esperava por um presidente que, no Sporting, rompesse com duas décadas de roquettismo. Faça-se a justiça de reconhecer que nem todos os que dirigiram o clube neste longo período de endividamento e decadência desportiva foram iguais em incompetência. Mas todos tiveram em comum uma coisa: Ao mesmo tempo que transformavam uma associação desportiva numa empresa sem alma, delapidaram o seu património e tornaram o Sporting cada vez menos competitivo. (...) »

João Paulo Guerra - Cronista de 'O Benfica'; «(...) Os Benfiquistas sabem que têm um papel a desempenhar nos êxitos do seu grande Clube. E não faltarão as convocatórias. A presença dos Benfiquistas não é apenas um estímulo da vontade do maior, mais coeso e exigente coletivo existente em Portugal: o Benfica. Vamos à Luz dizer 33. »

José Manuel Freitas - Jornalista de A Bola; «(...) porque é de inteira justiça, entendo que os louros devem ser, realmente, divididos por Luís Filipe Vieira, pois a sua condição de líder uno preparou o caminho do êxito, pelos jogadores, de todos os jogadores, pois incondicionalmente os que integram o plantel principal, mais alguns empréstimos da B, estão, estiveram, num nível de forma fantástico, mas também, doa a quem doer, por Jorge Jesus. (...)»

SIGA-NOS NO TWITTER AMIGO ON FACEBOOK REENCAMINHE PARA UM AMIGO
Copyright © *|CURRENT_YEAR|* *|LIST:COMPANY|*, All rights reserved.
*|IFNOT:ARCHIVE_PAGE|* *|LIST:DESCRIPTION|*
Remover | Preferências 
*|IF:REWARDS|* *|HTML:REWARDS|* *|END:IF|*