Não consegue ver correctamente? Abra no Browser.

Newsletter N.º 197

Jorge Jesus deu duas entrevistas onde abordou um conjunto diversificado de temas e em particular questões pessoais sobre as quais muito se especulava e pouco se sabia na realidade. A sua 1.ª entrevista foi na Benfica TV o que fez todo o sentido, e a 2.ª na SIC Notícias no "Play Off" onde falou de futebol perante gente que realmente sabe de futebol. Não tardou que os invejosos saltassem para a arena com 'dor de cotovelo'. Acontece...

Em tempo de Selecção o costume. Os que ficaram ressabiados pela não convocação de mais jogadores do seu clube não perdoam Paulo Bento e aproveitam todas as oportunidades para desancar na Selecção com o objectivo de atingirem o Seleccionador. E ainda a caravana não saiu do adro...

É já no próximo fim de semana que haverá eleições na Liga de Clubes. Candidatos muitos... programas e forma de resolver os problemas zero...

De partida para os Estados Unidos, Bruno de Carvalho excedeu-se e conspurcou o ambiente. Sem justificação. Lamentável.


Dia 31 de Maio

José Eduardo - Colunista de A Bola; «(...) Reconhecermos os nossos erros é um fardo pesado. É fácil atirarmos para cima dos outros esse peso. É tão reconfortante considerarmo-nos bons e culparmos outrem. E essa ilusão dá-nos a consolação de uma vitória sobre o destino. Mas, como sabemos, o destino não se compadece com ilusões! (...)»

Paulo Teixeira Pinto - Adepto portista, em A Bola; «Das contratações já efectuadas pelo FC Porto para as próximas épocas não parece crível que alguma delas tenha sido prescrita pelo novo técnico. Sem embargo, espero que pelo menos duas coisas se venham a revelar verdadeiramente: em primeiro lugar, que qualquer aquisição ou dispensa tenha a sua concordância; em segundo, uma aposta consistente e insistente nos jovens, em especial os provindos das escolas da casa. (...) »

Vítor Serpa - Director de A Bola; «Portugal é um país curioso. O governo teve uma derrota de estrondo, mas a pequena vitória do PS é que se tornou demolidora. Os partidos do governo, ao que parece, ficaram contentes. Não consigo entender que não vejam a realidade um palmo à frente dos olhos. O que o povo disse é que não tem confiança nos tais partidos do arco da governação. Nem nesses, nem - valha a verdade - em qualquer outro. Todos os partidos perderam nas últimas eleições. E isso é grave, porque põe em causa um pilar do sistema democrático. Mais grave ainda porque o pior cego é aquele que não quer ver. »

Dia 1 de Junho

António Varela - Sub-Director do Record; «(...) 6. O monumental investimento nas modalidades tem um problema chamado FC Porto. Quando há competição direta, os benfiquistas não têm sucesso, como aconteceu com o andebol e no hóquei em Patins. »

Ricardo Costa - Professor de Direito da Universidade de Coimbra, no Record; «(...) Uma liderança que recupere intransigentemente determinados princípios, nomeadamente o contacto permanente e interessado com os clubes e as suas necessidades enquanto actores das competições. Até 6.ª feira se verá algo mais; no próximo dia 11 se demonstrará se os clubes percebem o quão decisivo é este acto eleitoral. »

Victor Bandarra - Jornalista, no Record; «O Mundial está por aí e nem uma bandeira nas varandas, nem um cachecol nas janelas! E foi essa a maior invenção de Scolari em terras lusitanas! O ambiente futebolístico-patriótico anda morno e espera-se que os esquemas de jogo utilizados com a Grécia sejam apenas os planos C e D de Paulo Bento - um 4x4x2 inicial que serviu simplesmente para mostrar que Éder é mais do que esperança, que Nani esmera-se quando CR7 não joga e que não se ganham jogos sem um meio-campo que se entenda. (...) »

Dia 2

José Manuel Delgado - Sub-Director de A Bola; «(...) Conhecendo Paulo Bento e as suas convições fortes, a ausência de surpresas neste onze não deverá constituir qualquer surpresa...
O que faz falta, então, é recuperar fisicamente algumas unidades, sem dar demasiada importância aos jogos que entretanto vamos disputando para ganhar ritmo, Grécia, Irlanda e México. (...)
»

José Ribeiro - Sub-Chefe de Redacção do Record; «Portugal empatou um jogo a "feijões" com a Grécia e não faltou quem decretasse: Isto sem Ronaldo não vai lá! Não sei se por defeito se por feitio, muitos dos portugueses são incapazes de se manterem num plano de racionalidade quando o assunto é futebol. (...)»

Santos Neves - Jornalista de A Bola; «(...) As ideias ontem repetidas por Mário Figueiredo sobre centralização na Liga dos direitos televisivos e da forma de distribuição desse (muito) dinheiro fazem pleno sentido. Também se mantém é enorme SE... O da AC acabar com o monopólio da Olivesdesportos. Já lá vão quase 2 anos nesse crucial SE...»

Dia 3

Luís Milhano - Editor do Record; «(...) Na realidade, o problema dos brasileiros não é com o futebol, mas sim com o dinheiro gasto neste específico evento que é o Mundial e, em contraposição, por o mesmo não ser investido em serviços e estruturas sociais. A insatisfação vem de longe, mas está agora a fazer um ano que saiu à rua com maior visibilidade. (...)»

Manuel Martins de Sá - Jornalista de A Bola; «3. Joseph Blatter tem 78 anos e governa a FIFA desde 1998. Vai recandidatar-se a novo mandato, o quinto. «A minha missão ainda não acabou». Falou em «missão». Os escândalos impunes excitam-no e motivam-no, Blatter adoptou a doutrina 'voltairiana' de Pangloss, preceptor do jovem 'Candiido', que deu o nome ao seu mais famoso livro. »

Miguel Sousa Tavares - Adepto portista em A Bola; «(...) Acho insustentável que um país com tantas carências básicas e tanta desigualdade social tenha feito do Mundial, não uma oportunidade de melhorar qualquer coisa, mas sim de arruinar, gastando dinheiros públicos sem sentido e apenas em benefício de alguns grandes construtores e fornecedores. (...) »

Dia 4

João Pimpim - Jornalista de A Bola; «Haverá poucos povos tão capazes de ir do 8 ao 80 como os portugueses. Não sei se é memória curta, se é feitio ou defeito, mas poucos como nós conseguem amar e odiar tanto o mesmo assunto; ou dizem bem e logo mal da mesma pessoa. Importante mesmo, é dizer qualquer coisa, de preferência qualquer coisa que alguém minimamente famoso tenha dito e, depois, seguir no rebanho e esperar por uma dúzia de 'likes' que nos encham o ego e nos façam sentir tão ou mais importantes que os mais importantes. (...)»

Jorge Barbosa - Editor do Record; «(...) Se não houver surpresas de última hora, o Benfica perderá Garay, Enzo Pérez e Markovic, pelo menos, depois de se saber que Siqueira, André Gomes e Rodrigo estão de saída. Um desfalque e peras. Vêm outros, é certo, mas não será a mesma coisa, e vai ser necessário começar quase do zero. »

José António Saraiva - Director do 'Sol' no Record; «Detesto o culto da personalidade e incomoda-me o eudeusamento de Cristiano Ronaldo. Até porque isso diminui a responsabilidade dos outros 22 jogadores. Se Ronaldo é a estrela, é o menino-bonito, é o centro de todas as atenções, então ele que resolva... Por outro lado, a memória é curta - e muitos já esqueceram algumas dececionantes exibições de Ronaldo ao serviço da Seleção. (...) »

Dia 5

Luís Pedro Sousa - Chefe de Redacção do Record; «O mercado de verão ainda mal arrancou mas já há uma matriz definida para Benfica e FC Porto, que ameaça persegui-los em termos desportivos mas que promete consolá-los do ponto de vista financeiro. Mesmo que parte das possíveis transferências para o estrangeiro não se confirmem, águias e dragões ficarão, pelo menos do ponto de vista teórico, com plantéis mais fracos do que os do ano anterior, embora garantam encaixes importantes. (...)»

Pedro Guerreiro - Jornalista, no Record; «(...) O dinheiro movimentado em apostas de jogos é hoje descomunal e nada de ilegal há nisso. Mas o "pote" é cada vez maior e, como contava a fama de antigos combates de boxe, a viciação pode render muito dinheiro. Essa é, pois, uma nova preocupação para as entidades desportivas. E da justiça de cada país. Mais vale assumir do que ignorar: ou a FederBet deve ser processada por difamação ou há corrupção em jogos da 2.ª Liga em Portugal. »

Santos Neves - Jornalista de A Bola; «O Portugal-Grécia de sábado passado foi 'pepineira' como espetáculo, mas enquanto primeiro passo nas semanas de preparação final para o Campeonato do Mundo, também foi, quanto a mim, bem mais importante do que alguns comentaram. (...) »

Dia 6

Afonso de Melo - Cronista de 'O Benfica'; «(...) 4. Entretanto, o Senhor-de-Cócoras na sua infinita inconsciência (???) já se dá ao luxo de participar em eventos promovidos por clubes. Não será isto contra todas as regras de isenção? Que importa? No pântano do futebol português estar de cócoras é uma benção. »

António Magalhães - Redactor Principal do Record; «Ouvidas as declarações de Bruno Carvalho sobre o atual estado do futebol português, o que apetece mesmo é ignorá-las, tais foram os recursos linguísticos utilizados pelo presidente do Sporting. É que convém não ignorar quem é a figura de cuja boca saíram expressões como ânus, nádegas e trampa sem que houvesse qualquer razão que justificasse o vocabulário de tão mau gosto. (...)»

Mário Santos - Antigo Presidente da F.P. Canoagem em A Bola; «(...) É profundamente preocupante a forma permissiva como todos os agentes desportivos aceitam estes comportamentos. Sem sequer questionar a racionalidade e utilidade de tantas instituições a tutelar o desporto. Consomem parte significativa dos recursos sem lhes conhecermos mais-valias efetivas. Num barco que não quer afundar, é aconselhável parar de meter água. »

SIGA-NOS NO TWITTER AMIGO ON FACEBOOK REENCAMINHE PARA UM AMIGO
Copyright © *|CURRENT_YEAR|* *|LIST:COMPANY|*, All rights reserved.
*|IFNOT:ARCHIVE_PAGE|* *|LIST:DESCRIPTION|*
Remover | Preferências 
*|IF:REWARDS|* *|HTML:REWARDS|* *|END:IF|*