Votação Anti Todos ao Estádio! Qual Arbitragem? Tesourinhos Artigos de Opinião Disparates Lapidares

Votação Anti Todos ao Estádio! Qual Arbitragem? Seara Alheia Tesourinhos Artigos de Opinião Disparates Lapidares


Outros Canais Anti-Benfiquismo Disparates Lapidares Artigos de Opinião
 
Comentários a Artigos

Teorias rebuscadas
Rui Santos, relvado.aeiou.pt
17 de Março de 2011



Causou-nos o maior deleite ter lido a crónica de Rui Santos (RS) em revado.aeiou.pt. Estávamos manifestamente ansiosos, não só porque Rui Santos fora visado pela ira de alguns adeptos no passado o que deve fazer dele um expert na matéria, mas também porque culpa Luís Filipe Vieira por ter sido expulso do jornal A Bola, o que como calculam traz-lhe sempre alguma objectividade quando se debruça sobre a direcção encarnada.

Não demos o tempo por mal empregue, foi bom de ver a honestidade intelectual daquele que camuflado numa escrita cuidada revela a cada dia que passa menos tolerância às suas próprias limitações, por um lado defendendo até à exaustão indivíduos que nem seriam dignos de tais mordomias – Carlos Queiroz -, e por outro atacando no meio de conjunturas rebuscadas os seus ódios de estimação encarnados e antigo patronato.

Segundo consta Rui Santos não ficou convencido com as explicações de Rui Gomes da Silva, tão pouco das testemunhas que quão júris dignificaram uma encenação que merece nota 5. É o apogeu do teatro português, depois do dramaturgo Alan em Braga, agora o policial no Porto.

No guião de RS, foi por demais enternecedor assistir à separação da instituição FC Porto do sucedido, quando o presidente portista que por sinal está lá há 30 anos não subscreveu qualquer tipo de remorso, antes pelo contrário, dando mostras de um desvario já incontrolável. Estamos contudo em sintonia com RS num aspecto, há que separar a instituição FC Porto sim, não em relação ao sucedido, mas em relação ao pintismo que a conduz (i)moralmente a episódios desta natureza.

Já no acto 2 do guião, RS opta por entrar por caminhos inebriantes e subscrever a ideia que RGS perde credibilidade por não ter apresentado de imediato queixa às autoridades, ao mesmo tempo que tinha «reservado» a notícia para o jornal A Bola - «aquele que é conhecido como a voz (não assumidamente) oficial da ‘nomenclatura benfiquista’» - «perante o qual se afirmou como vítima» e onde, recorde-se, RS trabalhou alegremente até ter sido expulso.

Arrumado o ódio de estimação jornal A Bola ao qual incumbe parcialidade, passamos então ao acto 3 - «No meio de tanto ruído, o silêncio de Luís Filipe Vieira, aparentemente estratégico».

Não sabendo se porventura RS desconhece que João Gabriel é que é o Director de Comunicação, sabemos o especial carinho que tem por LFV, não estranhando de todo a sua tentativa de fazer resvalar a sua pessoa para mais uma das suas rebuscadas invenções.

Ficou apenas por demonstrar na verborreia deste Sherlock Holmes português o porquê dos prevaricadores  – segundo testemunhas, quiçá intérpretes actores também? – terem chegado ao restaurante 30 minutos depois de RGS ter dado entrada, quando um SMS pouparia a longa espera. Não é RS um acérrimo defensor das novas tecnologias?

Mas tudo o que RS diz ou escreve é segundo ele em prol da dignificação do futebol português, ou seja, acusa os dirigentes encarnados de compadrio e iliba os prevaricadores – desculpem, actores -, subscrevendo a tese da encenação de Jorge Nuno Pinto da Costa. Resumindo, os pintistas continuarão «pelo caminho da dignidade» dos últimos 30 anos e exige-se «que os responsáveis tirem as devidas ilações de mais um episódio pouco dignificante para todos os protagonistas e o futebol possa abandonar os seus tiques de inaceitável primitivismo».

Será que os neurónios de RS estavam em perfeitas condições quando divagou sobre este tema? E será que RS tem a noção do ridículo e da irresponsabilidade do que escreveu?

Social Networks Artigo Original | Comentários | Página Anterior Bookmark and Share  







Artigo Opinião
Siga-nos no:
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Facebook
RSS


   
Web Design & SEO by ViviDelux