Anti-Benfica.COM | Home Page





 


Ambição: que significado?
Vanda Cipriano, jornal Record
29 de Janeiro de 2011


Tal como tudo na vida nos dias de hoje, a palavra ambição é usada e abusada por muitos. Para uns ser ambicioso (de preferência desmedido) é uma qualidade que todos devem ter, sob pena de virem a ser considerados uns seres acomodados. Para outros, ser ambicioso significa um defeito terrível. Uma terceira via parece não constituir alternativa a estas duas correntes de pensamento.

Enquadrada no primeiro dos casos, uma jornalista do diário do director Pais, uma tal Vanda Cipriano, tenta apoucar o profissional e o excelente ser humano que é indiscutivelmente José Moreira, que como é sabido é um dos exemplos que mais toca a massa de adeptos benfiquistas, ao dizer sob um argumento falacioso que é o «Cúmulo da falta de ambição».

Cipriano não destoa em nada da linha editorial do Record, pelo que não nos admiramos dos dislates que com uma certa fluidez leva aos leitores porque, se não fizer, corre o risco do director Pais ou os ajudantes e sub-ajudantes ainda a virem a acusar de falta de ambição e de desvio.

Neste mundo de expedientes, não deixa de ser caricato que a maioria dos profissionais da imprensa porque têm que escrever alguma coisa diariamente, queiram condicionar outros profissionais que constituem o seu ganha-pão, com opiniões estapafúrdias e que revelam um forte condicionamento, fruto da falta de preparação intelectual de que dão mostras.

Mas Cipriano não contente com outras palermices que debita, ainda se dá ao luxo de escrever que «Os adeptos, nesta altura, pouco querem saber do peso de David Luiz e do (pouco) interesse que o guarda-redes diz ter pela CMVM», numa atitude que revela um inequívoco ressentimento por José Moreira não ter respondido de harmonia com os seus (e dos outros paineleiros) interesses mesquinhos.




Siga-nos no:
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Facebook
Siga-nos no Facebook

Como não o fez de molde a que alguns pasquinóides arranjassem mais um título como por exemplo faz diariamente o jornal da verdade a que temos direito, eis que tem falta de ambição e são encetadas tentativas de o transformar numa mera marioneta ao serviço da SAD encarnada, sem qualquer interesse jornalístico.

Desditosa pátria que tem ao seu serviço tantos incompetentes e inviezados intelectualmente, que no seu escárnio diário contribuem para que nos afundemos cada vez mais. Com que direito é que se tenta beliscar a dignidade de um profissional que escolheu o rumo da sua vida de acordo com o que achou melhor para si próprio e para o clube que representa?

Porque este país está cheio de Vandas Ciprianos que vivem à custa do achincalhamento alheio, sem uma pinga de bom senso, entrando por caminhos que lhe deviam estar vedados porque não lhes assiste nenhum direito de o fazer por mais argumentação que dispendam, por mais que evoquem a liberdade e o dever de informar, que frequentemente extravasam porque não têm sequer uma ideia dos limites a que estão obrigados.

A jornalista do Record acabou de prestar mais um mau serviço à causa do jornalismo, mas isso sendo recorrente, não parece preocupar nem o sindicato nem a ERCS. Vivemos na época das amplas liberdades em que alguns pseudo-jornalistas emporcalham a classe com a sua falta de nível, com a sua ambição de singrar e vender o produto a qualquer preço, não importando se pelo caminho tentam trucidar seres humanos que desde que não colaborem com os seus objectivos, são objecto da sua ira incontrolada derivada da falta de nível que os caracteriza e aproveitando-se de terem sempre um qualquer pasquim que lhe dá guarida. 


Artigo Original | Comentários | Voltar ao Topo | Página Anterior Bookmark and Share  

 
Web Design & SEO by ViviDelux
Home Page Quem Somos Votação Anti Todos ao Estádio! Qual Arbitragem? Seara Alheia Seara Alheia Artigos de Opinião Disparates Lapidares Outros Canais Anti-Benfiquismo Disparates LapidaresArtigos de Opinião