Anti-Benfica.COM | Home Page





 


Claúsulas de rescisão - A opinião de um expert!
Artigo de João Rui Rodrigues
25 de Janeiro de 2011


Um dos expert em matéria desportiva - João Rui Rodrigues (JRR), disserta hoje sobre a fixação de claúsulas nos contratos estabelecidos com os jogadores de futebol, o que é sempre um tema interessante desde que abordado numa perspectiva lógica e positivista.

As cláusulas são recorrentes, existem há já bastante tempo mas que nos conste, nem quando foram fixadas nem posteriormente aparte ligeiras referências, este especialista de clausulados se debruçou mais atentamente sobre elas. Nem sequer mesmo quando foi fixada uma cláusula milionária de 100 milhões só ao alcance de um fenómeno chamado Givanildo Vieira de Souza.

JRR que não é parvo, está agora a tentar convencer os incautos que as cláusulas foram uma mera divagação das direcções dos clubes mas, estranhamente, quando pensávamos que ele iria desenvolver o tema de uma forma globalizante, circunscreveu-se apenas e só a Luis Filipe Vieira, sendo que o nome de Pinto da Costa aparece por arrasto para dar a sensação ilusória de uma crítica mais abrangente.

Vamos ver se nos entendemos; Os grandes clubes portugueses como é sabido, são pequenos clubes na Europa do futebol se atendermos especificamente à sua capacidade de compra e manutenção nos seus plantéis de grandes jogadores ou dos que estão a sobressair.



Assim sendo, são presa fácil dos clubes europeus com grande capacidade financeira conforme temos vindo a assistir. Acresce que, as suas finanças estão tradicionalmente exauridas porque não geram fundos suficientes, pelo que as receitas extraordinárias com as vendas de jogadores é uma opção útil e recorrente.

Tomando como base estes pressupostos, seria fácil a qualquer clube de maior poderio financeiro contratar os melhores jogadores a militar no futebol português, porque ao acenar-lhe com condições financeiras substancialmente mais atraentes, criam no seu espírito o natural desejo de mudança o que se revelaria fatal para o clube português que a partir daí passava a ter poucos mecanismos de defesa.

Nesse sentido surgiram as cláusulas que tanto preocupam agora JRR que acordadas com os jogadores, não são mais do que uma forma de defender os clubes de alguma forma do assédio constante de qualquer emblema que fica logo a saber o valor da claúsula de rescisão, e de ter que vender os seus profissionais ao desbarato. Contudo, a claúsula como é evidente, não é um factor absolutamente determinativo na negociação. E apenas na sua essência um ponto de referência.

É também evidente que as cláusulas são apostas numa determinada situação conjuntural que varia em função do mercado, o que significa naturalmente que sendo fixado X para o jogador A  numa determinada altura, a verba fixada pode vir mais tarde a estar inflaccionada ou deflaccionada em função das alterações que o próprio mercado determina.

Como JRR bem sabe mas parece esquecer-se, esses items são pontos de protecção e de referência para o mercado e não mais do que isso. Os clubes estão sempre à vontade para negociar abaixo do preço estabelecido sem que isso deva constituir motivo de espanto ou de crítica, para além de ser da sua competência exclusiva.  Basta por exemplo que o mercado se altere ou os clubes tenham necessidade premente de injecção de capital como tantas vezes sucede, ou ainda, a oportunidade de um bom negócio.

Já sucedeu com Di Maria em que foi deveras interessante observar o chorrilho de asneiras que foram sendo ditas, como irá acontecer sempre que o Benfica venda um jogador abaixo do valor estipulado na claúsula. Faz parte do código genético de alguns opinadores.

O que vale é que a sapiência do expert JRR certamente ajudará o Benfica a negociar mais e melhor. Querem apostar?

Artigo Original | Comentários | Voltar ao Topo | Página Anterior Bookmark and Share  

 
Web Design & SEO by ViviDelux
Home Page Quem Somos Votação Anti Todos ao Estádio! Qual Arbitragem? Seara Alheia Seara Alheia Artigos de Opinião Disparates Lapidares Outros Canais Anti-Benfiquismo Disparates LapidaresArtigos de Opinião