Votação Anti Todos ao Estádio! Qual Arbitragem? Tesourinhos Artigos de Opinião Disparates Lapidares

Votação Anti Todos ao Estádio! Qual Arbitragem? Seara Alheia Tesourinhos Artigos de Opinião Disparates Lapidares


Outros Canais Anti-Benfiquismo Disparates Lapidares Artigos de Opinião
 
Comentários a Artigos

Irresistível tentação
António Varela, jornal Record
19 de Setembro de 2011





A poderosa atracção, o irresistível fascínio, e a impossibilidade de ser imparcial na sua actividade de jornalista desportivo, leva  António Varela (AV) a ultrapassar com alguma frequência, as fronteiras da razoabilidade, do rigor e da verdade. É aquilo que se diz na gíria – um freteiro.

Convive mal com a realidade efectiva, deriva amiúde para o campo da ficção e tende a levar à letra um procedimento sempre muito em voga nas Antas – o da fabricação de inimigos externos para criar motivações extra e unir as tropas internas. Ou, numa versão igualmente repetitiva, elevar a temperatura sempre que as oscilações do tempo provocam situações de baixa pressão.

Depois do senhor Pereira ter vindo desabridamente atacar o carácter do treinador do Benfica numa acção desprestigiante para si próprio já que o principal dirigente do clube que representa  e seu mentor, não descola há muito dos patamares mais baixos da consideração e prestígio que deveria merecer um  clube que, sendo regional, tem obtido vários êxitos importantes nos últimos anos, Jorge Jesus não mordeu o isco e limitou-se apenas a impedir a formação de uma nova nuvem poluidora.

Perante aquela acção amiga do ambiente de não reacção, era crível que um dos vários freteiros lançasse novos dados para cima da mesa, até porque o ambiente para o clássico da próxima 6ª feira está demasiado calmo e tranquilo para os seus apetites bélicos. E eis o inefável AV que se entusiasma nas suas divagações e para quem o binómio – medo vs. invenção – estão sempre nas cogitações de Jorge Jesus, sobretudo quando se aproxima a hora crucial em que a desestabilização do Benfica pode vir a ser importante. É o tipo de jornalismo que fez escola nos últimos 30 anos, e que ataca despudoradamente a profissão e aqueles seus  camaradas que se esforçam por ser rigorosos e imparciais.

Enquanto o senhor Pereira se limitou ao egocentrismo, AV vai mais longe; desenvolve-o, entrando por caminhos onde a sujidade impera. Afinal, segundo o seu conceito, Jorge Jesus reúne um conjunto enorme de defeitos:

- «‘É cego’ nas suas convicções – que afinal são poucas»;

- «Não explica porque muda sempre a equipa, a táctica e o posicionamento de jogadores-chave (…)»;

- «Na 4ª feira com o Manchester United, deixou-se do 4x2x3x1 e, ao pior estilo de Quique Flores, obrigou Aimar a esfalfar-se atrás de Cardozo, num 4x4x2 tradicional… empatou, quando podia ter ganho»;

- «A empatar ou a perder, Jesus nunca aprende a lição e dá sempre um sinal de inferioridade aos jogadores, pressionado pelo nome dos adversários (…)»;

Para o senhor Pereira e como se esperaria os elogios foram em catadupa,não vislumbrando AV quaisquer defeitos na sua personalidade. Assim:

- «Semana após semana, o treinador do FC Porto vai ganhando consistência no lugar»;

- «Depois de mais duas vitórias, Vitor Pereira deu um salto no discurso , passando a premiar publicamente quem o merece. Primeiro foram Moutinho e Hulk, seguiu-se-lhes James Rodriguez»;

-«Ele não era ‘um adjunto normal’. Vê-se e ouve-se».

Perante este rambório encomendado à la carte pela Torre das Antas, mas a que AV dadas as dificuldades interpretativas que o caracterizam, resolveu adicionar um toque pessoal e que acabou por resultar num chorrilho de baboseiras, recusamo-nos, desta vez, a comentar tão elevadas doses de fretismo.

Por dois motivos fundamentais: porque não vamos aceder aos objectivos implícitos do freteiro Varela  tal como fez Jorge Jesus em relação ao senhor Pereira, e porque entendemos que a atmosfera já está demasiado poluída. Mesmo a que faz parte do quadro da planície...


Social Networks Artigo Original | Comentários | Página Anterior Bookmark and Share  






Artigo Opinião
Siga-nos no:
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Facebook
RSS


   
Web Design & SEO by ViviDelux