Votação Anti Todos ao Estádio! Qual Arbitragem? Tesourinhos Artigos de Opinião Disparates Lapidares

Votação Anti Todos ao Estádio! Qual Arbitragem? Seara Alheia Tesourinhos Artigos de Opinião Disparates Lapidares


Outros Canais Anti-Benfiquismo Disparates Lapidares Artigos de Opinião
 
Comentários a Artigos

Ensino - É preciso reciclagem!
Jorge Barbosa, jornal Record
19 de Julho de 2011




O pasquim Record enquadra-se na perfeição numa das filosofias que temos observado em profusão nas empresas públicas portuguesas em que os chefes em termos proporcionais chegam a representar mais dos que os trabalhadores indiferenciados. Não constituindo esse pormenor qualquer motivo para a nossa preocupação, não deixamos de registar esse facto deveras curioso.

Sendo lícito exigir mais dos chefes porque têm mais responsabilidades, as opiniões e comentários de um órgão que tem uma forte densidade nesse domínio merecem-nos o respeito pela liberdade e direito à crítica na sua verdadeira acepção, ou o repúdio consoante eles exprimam pontos de vista que ultrapassem largamente o limiar da discordância, tentando conduzir os leitores mais distraídos à assimilação de teses parcialistas e especulativas em absoluta negação com a realidade dos factos. Infelizmente este último domínio é explorado pelo tablóide até à exaustão com os objectivos que se conhecem.

Não havendo provas oficiais a decorrer no que às equipas portuguesas diz respeito (se exceptuarmos o Nacional da Madeira), importa por isso que o pasquim mantenha a chama viva tentando antecipar o campeonato que só começa para o próximo mês. Não lhe chegando o regabofe com as notícias das aquisições do Benfica, a ideia é de fomentar aquela ideia perene da infalibilidade do capataz das Antas, manipulando os factos e ajustando os interesses à sua medida.

Jorge Barbosa entra por aí, demonstrando que para além das teorias que aprendeu e assimilou que são conhecidas de há muito, tem dificuldade em afastar-se dos canais comunicacionais azuis e brancos e pensar e discernir por si próprio o que, compreendamos, é assaz difícil para quem foi formatado para repetir sempre as mesmas teorias.

Existe uma evidente atracção e desejo de arrastar os benfiquistas para a assimilação antecipada de derrotas fora do campo, como se o importante fosse essa guerra esteriotipada com que se costuma entreter o capataz, em que as minudências para os benfiquistas representam para ele e para os aspirantes que de côcoras esperam dóceis a sua vez de serem úteis, situações de alto calibre e importância. É naturalmente a profilaxia desde sempre ensaiada no clube regional e a mentalidade bacoca do seu mentor a que os apaixonados das baboseiras  dão sempre um inusitado relevo, não se apercebendo que estão a ser vítimas das suas próprias limitações. Enfim, adiante!

Não querendo descer ao mesmo nível rasteiro dos dislates com que frequentemente a opinião pública é mimoseada e muito menos entrar por veredas esconsas, ainda assim gostaríamos de lembrar ao ‘chefe’ Barbosa que tão oportunamente  veio ensinar o presidente da SAD do Benfica a negociar, que para falar de uma guerra  que supostamente só tem registado vitórias de um dos contendores (se é assim porque dura ainda?), deve descrever todas as batalhas. Dito de outra forma, não deve apenas citar as que lhe convem, porque isso é abastardar a história, embora pelos vistos lhe interesse somente as estórias contadas pelo capataz.

Já que entrou por esse caminho, convidamo-lo em próximo escrito a contar-nos a nós e aos leitores do pasquim, por exemplo, as estórias de Eduardo Sálvio, Bruno César e Axel Witsel para apenas e só citarmos estes.  Não que isso interesse ou preocupe verdadeiramente os benfiquistas que não estão virados para esse tipo de minudências que fazem felizes alguns aprendizes de feiteiceiro que em actos de fé, dão ênfase e fazem eco permanente da voz do dono.

E porque isso parece constituir seu deleite, também não deve esquecer de referir os remoques que na circunstância o capataz no auge da sua capacidade boçal expendeu...





Social Networks Artigo Original | Comentários | Página Anterior Bookmark and Share  







Artigo Opinião
Siga-nos no:
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Facebook
RSS


   
Web Design & SEO by ViviDelux