Votação Anti Todos ao Estádio! Qual Arbitragem? Tesourinhos Artigos de Opinião Disparates Lapidares

Votação Anti Todos ao Estádio! Qual Arbitragem? Seara Alheia Tesourinhos Artigos de Opinião Disparates Lapidares


Outros Canais Anti-Benfiquismo Disparates Lapidares Artigos de Opinião
 
Comentários a Artigos

Idem, idem, aspas, aspas
Miguel Sousa Tavares, jornal A Bola
8 de Março de 2011



Caro Miguel,

Depois de nos chamar cobardes e dizer que tínhamos instintos animais, confessamos que tivémos sérias divergências na redacção, particularmente em encontrar uma imagem apropriada para o artigo. Ainda pedimos ao malvado designer umas bandeirinhas em Copacabana e tal, uma rena para simbolizar o espírito de Natal chegou ao Porto dia 16 de Agosto de 2010, mas não é que em vez da rena saíu um veado? Pensamos ainda assim ser um animal que não destoa, sabemos que é adepto de caça. Como diria André Villas-Boas, mea culpa, ou o Xistra quando viu as imagens da sua actuação do passado fim-de-semana... Oops!

Esperemos ainda assim que aprecie o gesto, não obstante termos redefinido a palavra hospitalidade desde o clássico de hóquei do passado Sábado, é sempre nossa meta agirmos condignamente e à altura dos pergaminhos do nosso glorioso clube - com elevação! Um exemplo de fair play diríamos, por sinal num dia em que o Jorge Nuno nos apelida mais uma vez de caceteiros, algo que aliás já sabíamos, não fossem os critérios de arbitragens dos últimos jogos, nos quais o Benfica jogou invariavelmente com menos 1 jogador e meia equipa condicionada.

Mas nem a propósito do chefe de caixa e da internacionalização do FC Porto no nosso país-irmão que até tem fomentado o intercâmbio noutras áreas, permita-nos dizer que a par das bandeirinhas e da nova primeira dama, também motivo de regozijo será a expansão do clube pelo velho continente, a cargo de Santiago Segurola, o qual algum tempo atrás se debruçou sobre as semelhanças das barras verticais das camisolas de FC Porto e da Juventus. Finalmente chegou a tão almejada internacionalização do FCP!

Aparte as linhas tremidas sempre que escreve Verdade Desportiva, é certo que avisou que o FC Porto seria campeão (tal como na época passada), como por outro lado disse que o FC Porto não estava pronto para defrontar o Benfica antes da Supertaça, não vamos agora fazer da profecia o seu forté, pois é um mal endémico de que sempre há-de padecer.

Falando de energias que ninguém as tem, permita-nos discordar, para mais numa altura que o FC Porto até vem estando uns furos acima da média nos últimos jogos, designadamente em Olhão e ante o Vitória de Guimarães, o que prova duas coisas: que soube antecipar a xistrice (palavra feliz usada pelo director do jornal que permite as suas divagações), e que as mini-férias portistas da jornada 20 surtiram efeito, para mais quando nenhuma outra equipa europeia as teve, como aliás ainda recentemente disse o treinador do Sevilha ‘Goyo’. Mas isto é a Liga portoguesa. Logo...

Não desvalorizando a cultura de vitória do seu clube, como sabe não é a mesma coisa do que falar do espírito guerreiro do FC Porto combativo de outrora, designadamente quando a falta de talento era suprimida por uma mentalidade combativa, muito pulmão, cabeças, cotovelos, declarações corrosivas e a recorrência a outros artefactos. O clube metamorfoseou-se como sabe, à luz de uma identidade muito própria é certo, mas também à luz de vitórias pouco claras e transparentes que não deixando de brilhar no palco, encontram as suas motivações em bastidores obscuros, com acesso subterrâneo ao cofre das receitas. Apresentando outra versão mais justa e equitativa, diríamos que confirmam nas quatro linhas a vitória já garantida fora delas.

Obscuro não deixa também de ser o seu raciocínio, é certo que o artigo tão só se chama Nortada, motivo pelo qual devia ser restrito aos mais doentes, mas não cabe na cabeça nem do mais faccioso adepto sobrevalorizar a contratação de Jardel pelo Benfica quando não abarca a jogada em torno de Ukra, ou mesmo o timing da contratação de Lima e Sílvio, que provaram a tão apregoada Verdade Desportiva que os pintistas sempre defenderam.

Tão pouco lhe fica bem apontar aos mind games da pedra no sapato Jorge Jesus, o qual apenas constatou – em consequência do espernear do SC Braga, com comunicados estapafúrdios e quejandos -, que quando era treinador do SC Braga, Carlos Xistra era bem visto por essas bandas. Falando do comunicado, pergunte lá ao Jorge Nuno se foi ou não um bom empurrão para o amigo Costa.

Quanto ao desempenho do Benfica em Braga, admitindo à priori que não tivémos o previlégio de assistir ao jogo via Porto Canal – do que podem advir divergências, certo é que não vimos um Benfica encolhido a par do que aconteceu ao FC Porto ante o colosso Sevilha (também eles eliminados pelo SC Braga esta época), vimos sim um Benfica de contra-ataque por motivos de sobrecarga física, a dar o comando do jogo ao adversário, um pouco aliás a par do que sucedeu na recente vitória no Dragão. Isso da pressão alta durante 90 minutos tem muito que se lhe diga, e nós não temos amigos no ADoP nem tão pouco mini-férias.

Por último, dizer que continuamos a aguardar impacientemente a constante promessa do discurso inovador. Não deixando de ser engraçado vê-lo convergir com o habitual discurso dos caceteiros, das cotoveladas e tal, em uníssono com o GPS da Madalena, esse coro afinado precisa de um boost. De facto Javi e Coentrão, pela qualidade mas fundamentalmente por serem pedras basilares do onze benfiquista e reencarnarem a prova dos 9 do lifting financeiro de Jorge Jesus, vêm padecendo do mesmo mal desde que David Luiz saíu: são eles agora os alvos dos constantes reparos da troop azul e branca, sempre ávida de manietar o rival, à boa moda de Pedroto. Para quando a nova cassete? É que é preciso inovação!

... e Xistra escreveu direito por linhas tortas? Como o justiceiro Ricardo Costa?

Até para a semana.


Social Networks Artigo Original I | II | Comentários | Página Anterior Bookmark and Share  







Artigo Opinião
Siga-nos no:
Siga-nos no Twitter
Siga-nos no Facebook
RSS


   
Web Design & SEO by ViviDelux